Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Feliz dia do pai

por Pineapple com açúcar, em 19.03.17

Feliz dia do pai e bla bla bla...

 

 

Vocês (pai e filho) já me começam a irritar com essa coisa de "somos os melhores amigos e doamos as minhas fraldas sujas para o resto do mundo." 

Já começa a irritar todas as vezes que peço para vires para o meu colo e respondes com um autoritário "Não", rindo, de seguida, com ar cúmplice para o pai. Já começa a irritar que andes sempre colado às pernas do teu pai enquanto fico sentada no tapete dos brinquedos a aliciar-te com todo o brinquedo possível e inventado. Já começa a irritar que prefiras, sempre, o colo do teu pai e já começa a irritar que o mostres com afinco esganiçado à frente de toda a gente.

O que é que vão pensar de mim? Que bela merdinha de mãe essa me saiu.

 

Possa eu sei que tenho horários estranhos, que trabalho aos fins de semana, sei que as minhas brincadeiras são mais pacíficas e que não consigo carregar-te às cavalitas durante muito tempo, mas caramba, eu até sou uma gaja fixe e tudo. O pessoal diz que até sou engraçada e que os faço rir... juro, que dizem isso. ( já os imagino os dois sentados a rolar os olhos). Santos da casa não fazem milagres, eu sei... mas porque é que o teu pai faz e eu não faço, hein?

Tens uma idolatração pelo teu pai que primeiro consola a ver e depois começa a irritar, porque "tá bem já percebi, mas importam-se de fazer um espacinho para eu poder entrar?"

Quando o vês transbordas felicidade, aquela felicidade energética e iluminada. Ris-te desalmadamente das suas palhaçadas e mesmo quando já não achas graça, finges achar e forças as gargalhadas. Haverá coisa mais fofo do que um bébé fingir que está a rir à gargalhada só porque sabe que o pai gosta? Isto é amor, é amor puro.

Ris-te muito das minhas palhaçadas mas, quando te fartas não tens pudor de o demonstrar.

É um facto, vocês têm uma coisa só vossa e eu vou continuar aqui a dizer " importam-se de fazer um espacinho para mim? É que até dizem que sou uma gaja fixe e tal..."

 

É verdade JM, tens o melhor pai do mundo e tu sabes disto melhor do que ninguém.

 

P.S: Vais muitas vezes para a creche vestido pelas alminhas e a culpa não é minha... agora pensa!!!

 

 

IMG_5547.JPG

 

IMG_5553.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Esqueço-me de muita coisa...

por Pineapple com açúcar, em 05.01.17

Esqueço-me de muita coisa. Esqueço-me que não devo mexer em fios eléctricos,esqueço-me que depois de me despir gosto de ir para a banheira, esqueço-me de parar de chorar quando mudo a fralda, esqueço-me que não devo lamber as solas dos sapatos, esqueço-me que não devo atirar a chucha ao chão porque três segundos depois estou a pedi-la, esqueço-me que só como o segundo prato depois da sopa, esqueço-me de não entrar em histeria quando vejo o biberão de leite a aproximar-se, esqueço-me de dizer mamã e papá porque agora só digo não não, esqueço-me de algumas pessoas que não vejo há algum tempo, esqueço-me que nãoposso afogar o telemóvel da minha mãe em baba, mas há uma coisa que não me esqueço... de ser muito feliz!

 

IMG_4485.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 meses de Little Pineapple

por Pineapple com açúcar, em 29.11.16

Há dez meses atrás tinha o ser mais pequenino e fofo nos meus braços, estava eu com ar de roda de trator, sim porque eu bem que tentei tirar uns retratos na maternidade  para a posterioridade, mas a imagem que aparece nas fotos é de uma roda de trator...gasta, mas muito feliz. Irrita-me ver mães acabadas de parir, ligadas a soro e a tubos e a máquinas, com ar de quem saiu de um spa com o bónus de maquiagem e cabeleireiro.

 

Sair de um mundo tão confortável, com o som de fundo do bater do maravilhoso coração da mãe (o meu maravilhoso coração) e de repente ver-se obrigado a sair à força e a primeira coisa que vê é a minha cara... E a do pai, deve ter pensado "Oh que bolas, 9 meses a rezar por uns bons genes e saem-me estes dois. Até tenho medo de um espelho."

 

Há dez meses atrás quando o vi pela primeira vez senti que ele tinha sido sempre meu, que tinha estado, sempre, algures no universo à minha espera, pacientemente à minha espera e que agora é que o jogo ia, deveras, começar. Há dez meses atrás quando vi pela primeira vez aqueles dois olhos grandes, inchaderrézimos, a olharem para mim, percebi que sim, que é verdade, que existe... Existe amor à primeira vista. E foram estes olhos que me fizeram esquecer de imediato todos os episódios de senhoras com sueras e de dores grotescas e de tudo e tudo e tudo... Enfim, há dez meses atrás a aventura tinha começado.

 

O meu querido João Maria faz 10 meses.

10 meses, seis dentes, uma queda e um olho negro, uma gastroentrite com pacote familiar, tosse, muita tosse, muito soro fisiológico pelas narinas abaixo, muito ranho, diarreia, vómitos, quedas de cabeça,de rabo, de frente, de lado, senta sozinho, gatinha, põe-se em pé, anda à volta dos sofás todos e o seu hobby preferido é arrancar pêlos da gata. Tem um fascínio por tudo o que não deve mexer e cansa-se muito facilmente do que é suposto brincar. Dorme a noite toda mas insiste acordar a casa toda para o darem a chupeta que se encontra a dois centímetros de si. Gosta da creche e da máquina de lavar. Gosta da Rua Sésamo, do Ferrão e da quinta do tio Manel. Adora o telemóvel e o iPad e já não posa para as fotos da mãe por mais de 10 segundos. Ri-se, palra muito e já faz birra.

 

10 meses a pintar a manta e as nossas vidas com as cores mais vivas e alegres.

 

Que venham mais dez mil anos...

 

 

image.jpg

 

 

image.jpg

 

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bom dia

por Pineapple com açúcar, em 26.09.16

Bom dia semana!!

 

 

A fazer o aquecimento para mais uma semana a espalhar glamour na creche...

 

 

A mãe também podia começar a semana a fazer exercício, não?

image.jpeg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Caras de primeiro dia de creche

por Pineapple com açúcar, em 15.09.16

Estas foram as nossas caras quando nos deparamos com o primeiro dia de creche.

 

 

É uma foto antiga, o João Maria tinha, aqui, uns cinco meses, mas ele continua a fazer esta mesma cara quando se depara com uma situação nova.

 

Decidi que ele só iria ficar umas duas horas no primeiro dia, o dia da apresentação.

 

 

O dia em que se faz o desenho das férias. O dia em que se coloca o nosso nome em letra muito trabalhada e cuidada à nossa frente. O dia em que custa abrir o fecho da mochila por ser tão nova. O dia em que mostramos as roupas novas das festas de verão.

 

E para ele que dia é este?

 

 

O que pára na cabeça de alguém com sete meses?!

 

Ele saiu do meu colo a rir, o que me deixou descansada, mas não consegui evitar a tão afamada lágrima.

 

Despedimo-nos os dois com esta cara...

 

Lá fui eu para a minha vida, com uma lista de coisas a fazer no espaço de duas horas, coisas que, como é óbvio, não foram feitas. Foram duas horas a falar com A, B e C, mães que como eu estavam a viver estes dias de angustia, ansiedade e ao mesmo tempo alegria. Os nossos bébés estavam a criar asas. 

 

Quando chegou a hora de o ir buscar fiquei muito desiludida com o serviço.

 

Tinha o deixado duas horas, duas horas e nem o seu nome me soube escrever quando o pedi, nem paralelepípedo me soube soletrar. Perguntei-lhe pela capital do Camboja e do Congo e fez-me esta mesma cara...

 

Eu olhei para elas e disse, de olhos semi cerrados:

" Que lindo serviço que tá praqui feito... Duas horas, duas horas!!! Eu mudo o mundo em duas horas meninas e nem o nome me souberam ensinar à criança?!?"

 

A educação no nosso país está na rua da amargura é o que é...

 

No final das duas horas, lá estava ele com o mesmo sorriso que o tinha deixado, não estivesse ele de piroca de fora a mudar a fraldinha.

 

Tem se portado muito bem o meu arregaladim. A mãe tem feito um esforço para se portar tão bem...

 

 

image.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fim-de-semana gostoooso, parte 1

por Pineapple com açúcar, em 22.08.16

Que fim-de-semana gostoooso!!

Este fim-de-semana foi de dar o canelo de manhã à noite.

Aproveitamos o facto de sermos uma família madrugadora, obra do "piqueno" pineapple e fomos a banhos. Fomos ao eterno paraíso, ao meu paraíso.

Já ouviram falar em lugares mágicos?! Eles existem, lugares que fazem parte de nós, este é para além de especial. Chama-se Caloura!! 

Não é só meu, é o espaço mágico de tantas gerações, aqui aprendemos a nadar, aqui saboreávamos o que era a verdadeira liberdade, a verdadeira amizade, o ponto de encontro da alegria e felicidade. Ainda hoje, passados quase trinta e cinco anos, sinto um prazer tão grande, um sentimento de satisfação plena em pisar aquele pontão, em seguir até ao farol e olhar o mar. 

Quando morrer, fica aqui dito, quando morrer quero ser cremada e que as minhas cinzas sejam espalhadas por este lugar mágico, mas pela vossa rica saúde, quem estiver    incumbido desta tão nobre tarefa tenha a noção que terá de ser em mar alto, num barco. É que se mandarem as cinzas do farol, ainda vem um pé de vento e eu vou parar à esplanada, ainda vou parar a uma dentuça postiça de alguém que pediu um atum mal passado. É que ser comida depois de morta é obra!!!

 

Este fim-de-semana fiquei tão feliz por ver que agora é o meu gordo mais fofo que tira partido do lugar mágico da mãe. 

Ele gostava da água, mas foi este fim-de-semana que vimos que ele transformou-se num Little golfinho.

Depois do impacto da água fria lá esbanjou ele sorrisos. 

 

image.jpg

 

 

 

image.jpg

 

 

 

Em breve lá estará ele a acordar nervoso com tanto objectivo a cumprir. Nadar com braçadeiras, depois só com uma, depois o mar, depois mergulhos e saltos, da primeira, da segunda, da terceira escada e por fim saltar do farol.

Era assim a minha felicidade, desafiar-me constantemente, até os beiços ficarem roxos e não ter controlo do corpo de tanto frio. Precisavamos só de cinco minutos de descanso, de cinco minutos na pedra negra de basalto, na pedra quente e com as marcas das pedras no corpo voltávamos aos saltos, às correrias, mergulhos e amonas.

 Saudades... 

Quando chegas às nove da manhã e deparas-te com esta beleza passa-te logo a neura de madrugadora à força.

Enquanto uma grande percentagem da população dorme ainda com ganchos na cabeça e purpurina nos olhos, destila álcool por todos os poros e nem se lembra de como chegaram a casa, nós vamos para a cama às dez da noite mas temos a benesse de chegar num sábado de manhã e não haver vivalma... Ahhh benditas festas de verão!! 

 

 

image.jpg

 

image.jpg

 

 

image.jpg

 

Mais tarde para a felicidade ser plena junta-se a nós tios, primos e padrinhos prontos para banhos em conjunto.

 

Pronto, a isto chama-se felicidade!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bom Domingo

por Pineapple com açúcar, em 10.04.16

Bom domingo pessoas.

Hoje estive a fazer motocross em tapete. Nananana naaaaa...

 

image.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.